Date:Posted By:Comments:8 Comments

8 Comments

  1. Nabei

    Reply
    A morte da Liberdade Artigo de Paulo Briguet Enterraram a Liberdade numa vala comum, onde jaziam também suas irmãs Democracia e Justiça. A pá de cal foi .
  2. Maur

    Reply
    São Vicente: Morre o Combatente da Liberdade da Pátria José «Djó» Corsino 26 Abril Cabo Verde perdeu mais um Combatente da Liberdade da Pátria. Trata-se do Major na reforma José Anselmo Corsino, que faleceu, no dia da Revolução dos Cravos,25, depois de ter festejado, na véspera, mais um aniversário, na companhia de familiares e amigos, em são Vicente, onde residia há.
  3. Majar

    Reply
    A Vida é a Morte da Liberdade. Para quem é preto, ou a gente vive, ou a gente é livre. Nesse estado de escravidão que a gente ainda está, a gente só consegue viver se abrir mão da liberdade.
  4. Vudolar

    Reply
    A liberdade essencialmente um atributo do esprito, a necessidade a lei da vontade natural A arte aquilo que se dirige ao esprito atravs da sensibilidade; a reside o seu limite e nisso ela se distingue da cincia, pois esta busca o universal absoluto e o seu objeto est para alm do imediato sensvel: "O sensvel est, na arte, para o esprito, mas.
  5. Kazijinn

    Reply
    A porta da Liberdade ou da Morte. Teste. Você está numa cela onde existem duas portas, cada uma vigiada por um guarda. Existe uma porta que dá para a liberdade, e outra para a morte. Você está livre para escolher a porta que quiser e por ela sair. Poderá fazer apenas uma pergunta.
  6. Brarisar

    Reply
    A morte da liberdade é a morte do Homem. De Leon Denis a Herculano Pires, a ideia de liberdade acompanha a do progresso ou do fracasso do Espiritismo enquanto movimento e vida. Ambos defendem que o futuro da doutrina se encontra nas mãos dos seres que a dirigem, pois é com a liberdade sagrada de pensar e agir que o homem põe e impõe sua direção.
  7. Tosho

    Reply
    Embora o atestado de óbito registre como causa mortis o Covid, Liberdade morreu de morte matada. Perseguida implacavelmente por seus inimigos, foi alvo de calúnias sem fim. Disseram até que ela tencionava matar Democracia, sua irmã querida. Xingaram-na de defensora da ditadura e acusaram-na de ameaçar a segurança nacional.
  8. Tygoshakar

    Reply
    Para se ter uma noção da dimensão, de acordo com dados fornecidos pelo GT supracitado, no dia 03 de março de , o número de pessoas privadas de liberdade no estado do Rio de Janeiro, que não tiveram suas impressões digitais coletadas (não certificados), era de

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *